Blog

Exposição no foyer da Biblioteca Central questiona expressão “novinha”

Por Lucas Arraz.

A exposição é fruto de bate-papos e oficinas de criação literária mediados pela poetisa Karina Rabinovitz e foi financiada pela Pró-Reitoria de Extensão

O questionamento do termo “novinha” é tema da exposição homônima, em está em cartaz no foyer da Biblioteca Central da UFBA. Aberta até a próxima quarta-feira (9), a instalação interativa repensa as representações do termo  e sua inserção na sociedade. O projeto foi produzido pela aluna de Bacharelado Interdisciplinar em Artes, Jéssica Duarte e é financiado pela PROEXT- UFBA.

Na instalação, estruturas cúbicas funcionam como símbolos de sustentação dos seguintes questionamentos como: o que é uma “novinha”?; sob qual ponto de vista o estereótipo é construído?; por que há tanta sexualização ligada ao termo? A instalação é fruto de bate-papos e oficinas de criação literária  para alunos do Centro de Pesquisa Moinhos Giros de Arte e moradores da Comunidade de Moradores do Solar do Unhão ministrada pela poetisa Karina Rabinovitz.Nesse processo, buscou-se ouvir os pontos de vista tanto das meninas que se sentissem encaixadas nesse estereótipo como o das que o questionassem.

Nessa exposição, a perspectiva é invertida, de modo que as “novinhas” possam reforçar ou rejeitar os estereótipos referentes ao termo.A pretensão do projeto que deu origem ao trabalho em exposição tem sido não simplesmente “dar voz” às meninas mas promover um espaço afetivo de discussão em que elas pudessem construir um pensamento crítico e ser ouvidas a respeito do estereótipo ao qual vêm sendo assujeitadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *