Blog

Logos: Uma nova forma de financiar projetos na universidade

Por Kelven Figueiredo.

A Rede Logos é uma plataforma de financiamento coletivo voltada para a cultura universitária

Três perfis de usuários que interagem entre si para viabilizar a execução de projetos no campo das artes, cultura, pesquisa e inovação universitária. Essa é a ideia da Rede Logos, uma plataforma online de financiamento coletivo idealizada pelo  professor  da Faculdade de Comunicação  da UFBA (Facom), Adriano Sampaio.

A ideia surgiu quando observamos as carências das instituições de ensino superior no país em executar os seus projetos de pesquisa,  e das demandas dos alunos e professores, principalmente na área de arte e cultura“, revela o idealizador.

Na Rede Logos, interagem produtor, colaborador e investidor. “O produtor é o usuário que cadastra os projetos com a finalidade de executá-los por meio da mobilização de colaboradores e materiais”, explica Sampaio. Os colaboradores disponibilizam suas habilidades para executar atividades e os investidores fornecem os materiais necessários.

Um dos principais objetivos da plataforma é “fomentar a produção de projetos de pesquisa, inovação e de extensão universitária através do engajamento a uma rede colaborativa exclusiva para as universidades” afirma o criador do projeto, Adriano Sampaio. Por isso, para fazer cadastro na plataforma, o usuário precisa comprovar vínculo com a UFBA, seja ele aluno, professor ou funcionário.

A Rede Logos será implementada em duas fases. Na primeira , ela  irá funcionar em uma espécie de escambo de serviços online e a única moeda presente na plataforma será o Logos, moeda digital exclusiva da plataforma que servirá para contratar serviços. Usar dinheiro de verdade só será possível na segunda fase do projeto, quando ele será expandido para outras universidades além da UFBA e possibilitará em migração entre os perfis.

Os Logos adquiridos à partir da prestação de serviços poderão ser utilizados para a fase dois do projeto.Na segunda fase, os colaboradores poderão cadastrar também os seus próprios projetos. Os perfis serão móveis.  A intenção também é expandir o alcance da plataforma para outras Instituições de Ensino Superior públicas do estado e do país”, explica Sampaio.

Moeda Logos: como ganhar e o que fazer com elas?

Os Logos podem ser adquiridos por meio da prestação de serviços, ou por meio da inscrição de um projeto na plataforma. Ao ter o projeto aprovado, o produtor recebe um quantitativo de Logos  para fazer as contratações dos serviços e materiais  necessários para  realização.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *