Blog

Professora da UFBA lança livro sobre trabalho de Mário Leal Ferreira

Por .

Professora da UFBA lança livro sobre trabalho de Mário Leal Ferreira

Na década de 1940, uma iniciativa pioneira em termos de urbanismo no país começava a mudar a cara da capital baiana. Comandado pelo urbanista Mário Leal Ferreira, formado em 1914 pela pela Escola Politécnica da Bahia, o Escritório do Plano de Urbanismo da Cidade do Salvador (Epucs), encarregou-se de sugerir às autoridades locais uma série de intervenções para suprir as carências de iluminação pública, saneamento e transporte de uma cidade que à época já apresentava ocupação desordenada. Não por acaso, a Avenida Bonocô recebeu o nome desse santo-amarense ilustre.
A experiência urbanística conduzida por Ferreira entre 1942 e 1947, foi reunida no livro ACERVO DO EPUCS: contextos, percursos e acessos, que será lançado hoje às 18h30 no Espaço Cultural da Barroquinha. Organizado pela Professora Doutora Ana Fernandes, da Faculdade de Arquitetura, e com prefácio assinado pela Reitora da UFBA Dora Leal Rosa, o livro vem acompanhado de um DVD e reúne a base de dados do escritório, composta por 4.636 itens, entre referências textuais, fotográficas, cartográficas, de impressos e de livros.
O trabalho de pesquisa da Dra. Ana Fernandes, que resuktou no livro, foi financiado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia (FAPESB) e a Petrobras Cultural. Na introdução do livro, a professora afirma:
“Depois de três décadas de abandono, descaso ou ausência de prioridade, mesmo frente a apelos recorrentes de zelo para com a memória de uma das mais importantes experiências de plano de urbanismo no país no período, é simbólico comemorar esse auspicioso momento. Fruto de muito trabalho e perseverança e de providencial confluência de apoios institucionais e pessoais os mais diversos, o projeto O EPUCS e a cidade do Salvador nos anos 40 do século XX: ciência, internacionalismo e natureza foi desenvolvido entre 2004 e 2014, a partir de proposta elaborada no âmbito da Faculdade de Arquitetura da Universidade Federal da Bahia, em estreita cooperação com o Arquivo Histórico Municipal de Salvador e a Fundação Gregório de Mattos.
Elaborado entre 1942 e 1947, em Salvador, e capitaneado pelo engenheiro e urbanista santo-amarense Mário Leal Ferreira, a produção do Escritório ocupa um lugar excepcional na história urbanística da cidade. Mesmo que, contemporâneo de seu próprio tempo, o EPUCS, elaborado no período da ditadura varguista e em plena segunda guerra mundial, possa, à distância, ser questionado em alguns de seus princípios e modos de operação, ele é até hoje considerado como a mais importante experiência de planejamento urbano soteropolitano do século XX, em termos de sua abrangência e das teorias, concepções e desenho de cidade ali desenvolvidos.
A recuperação e disponibilização para consulta pública da documentação original relativa a esse período constituinte do urbanismo na Bahia tornava-se, portanto, imprescindível”.

Lançamento do livro: ACERVO DO EPUCS: contextos, percursos e acessos
Espaço Cultural Barroquinha
Quarta, 14 de maio, às 18h30

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *