Blog

Projeto de aluno da UFBA arrecada recursos para primeiro EP da banda Tangolo Mangos

Por Glenda Dantas.

O projeto está na plataforma de financiamento coletivo Catarse

 

O disco ‘Mangas a Caminho da Feira nº1’, da banda Tangolo Mangos, apresenta seis faixas inéditas que mesclam o rock clássico com regionalismos brasileiros e elementos da música psicodélica e foi produzido de forma totalmente independente. Mas o lançamento do EP só vai se concretizar se os integrantes conseguirem arrecadar os fundos necessários para sua produção.

Para isso, o projeto está cadastrado na  plataforma de financiamento coletivo Catarse, e foi desenvolvido pelo aluno da Facom/UFBA, Felipe Vaqueiro, na disciplina COM136 – Oficina de Planejamento e Elaboração de Projetos Culturais, do curso de Produção Cultural. Ele pretende lançar o EP junto com lançamento oficial do grupo musical soteropolitano.

tangolos_mata_facebook-1024x683

“Apesar de ter começado a ser pensado em 2017, as gravações só começaram verdadeiramente em fevereiro de 2018, num período de 10 dias em que a banda se “entocou” num sítio em Euclides da Cunha, interior da Bahia. Lá, a maior parte do disco foi gravada. O restante foi gravado em Salvador, no mesmo molde caseiro utilizado no sertão, com um notebook ligado à uma placa de áudio de dois canais”, explicou Vaqueiro.

A engenharia de som, captação de áudio, produção de arranjos e mixagem também foram inteiramente realizados pela própria banda. As condições de produção do disco resultaram, por consequência, numa estética sonora mais caseira e lo-fi, ligada a cultura do DIY (faça você mesmo).

Arrecadação
A submissão à plataforma é para auxiliar nas etapas finais de produção, já que o grupo não consegue suprir algumas demandas financeiras. É a oportunidade de arrecadar fundos e, ao mesmo tempo, trocar experiências, brindes e produções com o público.

Os principais custos para finalizar e lançar o disco são, de maneira resumida, a masterização, prensagem dos CDs e confecções de embalagens, taxa de distribuição digital e pauta de casa de show para realização do evento de lançamento do EP, em Salvador.

De acordo a equipe, o fato de a banda ser recente e possuir baixa visibilidade faz com que o lançamento do EP seja “não só um marco na sua carreira, por se tratar de sua primeira obra musical, como, também, um importante passo para a inserção do grupo no cenário e mercado musical independente do país”.

As informações referentes às doações podem ser conferidas através do link.

A banda
Nascida a partir da ideia de realizar gravações caseiras, Tangolo Mangos era, inicialmente, um projeto virtual de Felipe Vaqueiro, iniciado pelo SoundCloud entre 2015 e 2016. Em 2017, no entanto, a iniciativa tomou corpo e se configurou finalmente como uma banda, passando a realizar seus primeiros shows e apresentações ao vivo na cidade de Salvador.

tangolos_banda-1024x576

De acordo os membros, a banda se identifica com diferentes gêneros musicais, destacando-se o rock clássico, a MPB e a música regional nordestina, além de uma estética sonora ligada à psicodelia. “Pelo conflito em se encaixar num gênero específico, a banda se autoproclama, informalmente, como grupo de música tropical”, explicam.

Tangolo Mangos é composto por Brian Dumont, 20 anos (sintetizador e percussões), Felipe Vaqueiro, 20 (vozes, guitarra, violões e bandolim), João Antônio Dourado, 20 (bateria e percussões), João Denovaro, 18 (vozes, baixo e percussões) e Pedro Viana, 20 (vozes e guitarra).

Rede Logos
Na plataforma da rede Logos, projetos também foram concretizados por meio do financiamento colaborativo, como o projeto All The Jazz, que conseguiu quase R$ 3 mil e superou a meta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *